Quem faz * Quem faz a milonga acontecer

juliana1

Juliana Maggioli

Já vinha tocando suas seleções por algumas milongas da cidade como às quartas no Mano Tango, quando recebeu convite do Tango B’aires para assumir as “práticas” de sextas-feiras junto a Kleber Queiroz. Poucos meses depois, em meados de 2012, Juliana fica como única responsável pela “milonga” (que já não tinha mais cara de prática), já que o companheiro fora viver na Alemanha. Toca o que gosta de dançar. É viciada em Juan D’arienzo & Troilo. ADORA ensinar; diz ela que sabe mais e dança muito melhor porque dá aulas, para damas e cavalheiros. Mantém um grupo de estudos sobre Tango na Universidade de São Paulo há mais de 6 anos, trazendo por isso muitos jovens daí para as milongas. Também não nega as raízes: antes do Tango era adicta do samba, primeiro Samba-Rock e em seguida Gafieira e por isso não vai embora da milonga sem pincelar as cortinas com tamborim e cuíca. Suas orquestras preferidas são: Juan D’arienzo, Anibal Troilo, Carlos di Sarli, Rodolfo Biagi, Ricardo Tanturi, Osvaldo Pugliese e Osvaldo Fresedo.

Conheça mais sobre ela aqui.